Publicidade

Publicidade

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Preso é morto de forma cruel por colegas de cela no complexo policial de Barreiras.

21/11/2016

No início da noite deste domingo, 20, por volta das 19h, o detento Adilson Barbosa Vieirade, 22 anos, conhecido também pelo apelido de “Ceará Macumbeiro” foi morto de forma cruel no interior da carceragem do complexo policial de Barreiras.

O preso foi espancado, teve os olhos arrancados, a língua e a cabeça decepadas pelos colegas de cela.

Sobre o corpo de Adilson, os colegas deixaram um recado cobrando visitas dos familiares e outras providências como a liberdade dos familiares levarem alimentos, roupas e comidas livremente.

“Ceará Macumbeiro” tinha uma ficha extensa com várias passagens pela polícia, inclusive pela polícia federal. Sua última prisão ocorreu no mês de setembro no bairro Bela Vista. Na ocasião, ele portava um revólver calibre 38 e diversas munições, além de um carregador de pistola.

Remoção – Pouco depois das 20h, agentes do DPT, com o apoio das policias civil e militar, removeram o corpo de Adilson para o IML, localizado no próprio complexo policial.

Outro caso – Mês passado, outro preso, Ângelo Cássio Araújo, de 40 anos, foi morto de forma brutal no interior da carceragem do complexo policial. Casos como esses deixaram as autoridades policiais em estado de alerta. (Fonte: Reportagem de Diogo Gomes/Blog do Sigi Vilares)

A carta que os detentos fizeram

Nenhum comentário:

Postar um comentário