Publicidade

Publicidade

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Homem executado ao lado do pai era acusado de estelionato

13/12/2013
 A polícia identificou o homem que foi executado ao lado do pai na manhã desta sexta-feira (13), na Avenida Ulisses Guimarães, bairro de Sussuarana, em Salvador. Cláudio Luiz Lima de Moradillo, 38 anos, o Pezão. Ele foi preso no dia 1º de agosto de 2013 suspeito de aplicar golpes em Salvador e Região Metropolitana.

De acordo com informações da polícia, à época, Pezão se apresentava como policial civil, fiscal da Receita Federal, assessor parlamentar de um deputado federal e como empresário de cantores da axé music.

A polícia informou que Pezão oferecia produtos a clientes por um preço abaixo do mercado. Ele pedia adiantamento de parte da grana e não entregava a mercadoria. Ele foi preso dentro de um táxi, no bairro Jardim Cruzeiro, na Cidade Baixa por policiais da 16ª Delegacia Territorial (DT), da Pituba.

Quando realizou a prisão de Pezão, o delegado da Pituba, Nilton Tormes, informou que havia várias denúncias contra o acusado, inclusive por tráfico de drogas. Antes de ser preso pela 16ª DT, Pezão já tinha passagens pela Delegacia do Bonfim, por receptação, e pela Delegacia de Repressão ao Estelionato (Dreof).

Em entrevista para a reportagem da Record Bahia fez ameaças a delegados que, segundo ele, estariam envolvidos com os crimes dele. Pezão foi executado ao lado do pai, Luis Carlos Conceição de Maradillo, 59, dentro do carro da família.


O CRIME - Pai e filho foram executados na manhã desta sexta-feira (13) quando passavam de carro pela Avenida Ulisses Guimarães, bairro de Sussuarana, em Salvador. De acordo com informações da polícia, Luis Carlos Conceição de Maradillo, de 59 anos, dirigia o veículo o foi alvejado por disparos.

Ele chegou a ser socorrido para a emergência do Hospital Central Roberto Santos, mas não resistiu aos ferimentos. Cláudio Luiz Lima de Moradillo, que estava no banco do carona, recebeu seis tiros e morreu dentro do veículo.

Segundo informações da polícia, dois homens em uma moto se aproximaram do carro e atiraram diversas vezes. Policiais da 48ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Sussuarana) e das Rondas Especiais (Rondesp) isolaram a área do crime. 

Ainda não existem informações sobre a autoria e motivação do crime. Agentes do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) investigam o duplo homicídio.
Para a reportagem do Bocão News um policial, que prefere ter a identidade preservada, informou que o alvo dos assassinos era Cláudio Luiz. "Com certeza era o jovem, mas o pai terminou morrendo pelos prováveis erros do filho. Ainda é muito cedo para levantar qualquer tipo de suspeita".(Bocão News).

Nenhum comentário:

Postar um comentário