Publicidade

Publicidade

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

JOVEM CONFESSA TER MATADO DUAS PESSOAS NA REGIÃO DE JACOBINA

27/11/2013

DJAVAN ARAÚO DA SILVA,  de 19 anos, é réu confesso de dois homicídios praticados na região. Ele confessa ter matado o Guarda Municipal Cleilton Alexandre Major , de 31 anos, crime registrado no município de Ourolândia. O acusado foi preso em sua casa na cidade de Capim Grosso.  Durante a coletiva de imprensa Djavan disse que cometeu o crime porque se achava perseguido pelo guarda municipal, que sabia que ele andava armado. “ Ele era um cara gente ruim, eu não ia com a cara dele”. Djavan disse também ter matado Cristiano de Jesus de 20 anos, crime que aconteceu  no dia 12 de novembro de 2012, na estrada do desvio de Mirangaba próximo ao cemitério do Gibão. 

Já sobre este homicídio Djavan se diz arrependido. “ Eu matei ele porque achei  que ele estava em atitude estranha, mas tirei conclusões erradas, soube depois que ele era uma pessoa boa, matei ele por engano”. Djavan se diz revoltado com a polícia. Ele diz que se revoltou depois que  seu tio foi assassinado, na década de 90, em Capim Grosso. Pedro Saraiva. 

Pedro Saraiva Granja, de 55 anos , foi executado por dois homens no bairro Jardim Araújo,  em Capim Grosso, com cerca de dez tiros, no mês de dezembro de 2007. “ A polícia não fez nada sobre a morte do meu tio e desde então não consigo superar esta revolta

Com o acusado , os policiais encontraram um rifle cal. 44,  30 munições .44, dois revólveres cal. 38, um colete balístico, um toca brucutu e duas camisetas, uma camuflada e outra de operações especiais. Dr Fábio Santos, coordenador da 16ª COORPIN,  e o delegado Almino destacaram que o preso é um elemento frio e de alta periculosidade, e parabenizaram o trabalho de suas equipes.  “Era uma operação de grande risco que foi executada com precisão graças ao profissionalismo dos policiais que fizeram parte da abordagem”.

Emerson Rocha / Bahia Acontece

Nenhum comentário:

Postar um comentário